sábado, 10 de dezembro de 2011

Biometria: eleitores devem se apressar para fazer o recadastramento


Eleitores que ainda não realizaram o recadastramento biométrico devem se apressar

Iniciado em 24 de maio deste ano, o recadastramento biométrico em Sergipe está na reta final, tendo em vista o término do prazo em 16 de dezembro. Segundo informações colhidas pelo Portal Sou de Monte Alegre, mais de 74% do eleitorado monte alegrense foi recadastrado, que equivale a uma média de 6000 (seis mil) eleitores. A meta para Sergipe é de é de 80%.

A grande estrutura para atendimento biométrico, bem como a possibilidade de agendar dia e horário de atendimento pela internet, facilitou o processo de revisão eleitoral, tanto para o eleitor quanto para a Justiça Eleitoral.

No entanto, quem ainda não se recadastrou deve ficar atento. O agendamento via internet acabou no dia 30 de novembro. Sendo assim, o eleitor deverá comparecer ao posto de biometria que fica localizado no AUDITÓRIO, vizinho ao antigo hospital e ao lado da Clínica de Saúde, munido dos documentos necessários para, somente mediante senha, ser atendido.

É, portanto, de suma importância o breve comparecimento do eleitor ainda não recadastrado a um posto de revisão eleitoral para atualização de dados e inclusão de impressões e assinatura digitais.

O recadastramento biométrico é obrigatório, sendo que aquele que não realizá-lo terá seu título eleitoral cancelado e ficará impedido de votar nas próximas eleições.


URNAS COM LEITOR BIOMÉTRICO

Segundo o TSE, nas eleições gerais de 2010, eleitores de 60 municípios brasileiros de 23 estados brasileiros votaram em urnas eletrônicas com leitores receptivos de impressões digitais, mais conhecidos como leitores biométricos. O sistema de votação desenvolvido pela Justiça Eleitoral do país é verdadeiramente democrático e seguro.

A nova tecnologia oferecerá a mais de um milhão de eleitores a oportunidade de participar de uma votação extremamente segura, tendo em vista que além da informatização, por meio da identificação biométrica um eleitor não poderá votar por outro.

No momento da votação, depois que o eleitor apresentar os documentos, sua identidade será confirmada por meio do reconhecimento biométrico de sua digital. Se houver dúvidas ou se a digital não for reconhecida, o mesário terá à sua disposição a folha de votação com as fotos de todos os eleitores daquela seção, à qual poderá recorrer para confirmação da identidade.

O sistema eletrônico de votação em urnas com leitor biométrico já foi usado com êxito nas eleições municipais de 2008 em três cidades pioneiras: Colorado do Oeste/RO, Fátima do Sul/MS e São João Batista/SC. Mas a expectativa é que até 2018 todos os municípios brasileiros já realizem eleições com a nova tecnologia.

Fontes:
TRE-SE - 13/11/2011 23:19:33

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, meu nobre visitante!

Sinta-se à vontade para opinar, sugerir, criticar as postagens aqui publicadas. Esse é um espaço para debatermos Cidadania e Conscientização Política. Quero, porém, alertar que, apesar de zelarmos pela liberdade de expressão, não publicaremos comentários ofensivos.

Obrigado pelo seu comentário!