segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

A partir de 1º de janeiro, propaganda e programas sociais têm limitações

Dia primeiro de janeiro marcou o início do calendário eleitoral no ano em que ocorrerão as eleições municipais.

A publicidade ou propaganda eleitoral terão de obedecer às regras da justiça eleitoral.

Veja o que dispõe a legislação eleitoral nesse sentido:



Pesquisas eleitorais - Eleições 2012

As entidades e empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2012 ou aos candidatos devem registrar cada pesquisa na Justiça Eleitoral a partir do dia 1º de janeiro e até cinco dias antes da divulgação de cada resultado.

Essa exigência foi estabelecida pelo art. 33 da Lei nº 9.504/1997 e pormenorizada na Resolução – TSE nº 23.364/2011.

Para o registro de pesquisa, é obrigatória a utilização do Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), disponível nos sítios dos Tribunais Eleitorais, sítios nos quais também pode ser acessado o manual pertinente ao sistema.

O registro de pesquisa será realizado apenas via internet, pelas entidades e empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2012.

O registro de pesquisa poderá ser realizado a qualquer tempo, independentemente do horário de funcionamento do Cartório Eleitoral.

Na hipótese de a pesquisa abranger mais de um Município, o sistema gerará registros individualizados por Município e será criado um protocolo para cada localidade.

As informações e os dados registrados no sistema de pesquisa ficarão à disposição de qualquer interessado, pelo prazo de 30 dias, nos sítios dos Tribunais Eleitorais.


 Fonte: TSE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, meu nobre visitante!

Sinta-se à vontade para opinar, sugerir, criticar as postagens aqui publicadas. Esse é um espaço para debatermos Cidadania e Conscientização Política. Quero, porém, alertar que, apesar de zelarmos pela liberdade de expressão, não publicaremos comentários ofensivos.

Obrigado pelo seu comentário!